Não, Jesus não era comunista

0
37
Não, Jesus não era comunista - image noticias_597c633443a82 on https://momentolivre.com.br

Natal, aniversário de Jesus, e como todo ano, temos novamente uma galerinha forçando a barra pra relacionar as falas de Jesus com o socialismo, comunismo e afins.

Não sou nem um pouco religioso, mas por ser um ferrenho defensor do livre mercado, e por notar uma série de desvios lógicos nessa argumentação, fico um pouco incomodado com isso. Pra evitar essa “forçada de barra”, tentarei elucidar o verdadeiro significado das duas principais frases de Jesus que são mais usadas por esquerdistas:

(MT 19,21) “Venda tudo que têm e dê aos pobres”

Jesus em momento algum defende um arcabouço institucional que tome a propriedade de uns e dê para outros. Ele orienta um jovem (em um contexto bem específico) a fazer isso espontaneamente.

Ser benevolente não faz de você menos capitalista; não ser materialista não faz você menos defensor do livre mercado. Na verdade, isso faz de você uma boa pessoa e, do ponto de vista religioso, boas atitudes devem preferencialmente ser tomadas de maneira espontânea.

Se Elon Musk resolver vender tudo que ele tem e dar para os pobres, ele não será menos capitalista por causa disso, vai ser apenas mais caridoso e benevolente.

(MT 19, 23) “É difícil entrar um rico no reino dos céus”

Analisar e perceber a realidade não é ser esquerdista, é ser sensato. É fato que pessoas mais ricas tem maiores tendências a pensamentos materialistas, mas isso não quer dizer nada do ponto de vista político. Outro ponto sobre a realidade é que vivemos em um ambiente com uma boa dose intervenção estatal, da mesma forma que era Roma na época de Jesus, ou seja, nesse tipo de contexto institucional é muito mais fácil ser rico fazendo parte do jogo político (leia-se tomando de outras pessoas pelo uso da força), do que realmente servindo à sociedade. Isso quer dizer que a coisa não é tão simples e objetiva como: ricos = inferno / pobres = céu.

Não é novidade pra ninguém a maneira como Marx e seus seguidores enxergavam a religião. Percebam na fala de Lênin:

“A religião é o ópio do povo; este provérbio de Marx é a pedra angular de toda a ideologia do marxismo a respeito da religião. Todas as religiões e todo o tipo de organização religiosa sempre foram consideradas pelo marxismo como órgãos de reação burguesa, usados para a proteção da exploração e estupefação da classe trabalhadora.”

A religião, assim como outras liberdades, foi um dos maiores alvos de ataques e perseguições dentro do regime soviético, relacionar a figura de Jesus com qualquer coisa próxima ao comunismo (como fez Gregório Duvivier fez na Folha de São Paulo) é no mínimo oportunista.

Autor: Demétrius Oliveira

Não, Jesus não era comunista - image pp on https://momentolivre.com.br

 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorUma alternativa simples ao Estado

Graduando em Administração pela Universidade Estadual da Paraíba, líder do movimento liberal Paraibano, Presidente e Fundador do Instituto Tropeiros e Diretor Geral do site Momento Livre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here